sábado, 17 de agosto de 2013

Cultura e diversão a preço de saldo

Hoje o que tenho para vos dizer é isto: Festas do Mar e Lisboa na rua. Estes dois eventos já têm nome e a sua qualidade é sobejamente conhecida; o Festas do Mar, na Baía de Cascais, começou ontem com um bom cartaz, mas eu não tive oportunidade de vir aqui divulgar. Os restantes dias também merecem visita, por isso aproveitem o fim-de-semana, as férias, o que quer que seja, o que interessa é divertirem-se.

O Lisboa na rua volta mais uma vez deixando-me em espanto. A cidade e as pessoas merecem algo assim, resumido nestas palavras maravilhosas da apresentação do projecto que transcrevo:

A luz é em Lisboa a pele de camaleão que constrói e desconstrói, transfigurando a cidade. Há uma luz de Outono inebriante e final, antecipando o ocaso; uma luz de Inverno definindo com precisão milimétrica o jogo de sombras; uma luz de Primavera, impura, rodopiando num ar saturado de esperança e promessa. Há por fim, a luz de Verão incerta, irreal, esfumando a realidade dissipada, aumentando o impulso de libertação e de viagem.
Será sob esta luz de verão que o Lisboa na Rua de 2013 ganhará uma vez mais a cidade, acrescentando-lhe o valor das emoções partilhadas e das cumplicidades indizíveis. Eis um convite irrecusável para seguir uma programação feita de pequenos momentos e de grandes praças, de música para ver e cinema para ouvir, de viagens que transportam a cidade no dorso, de cinema projectado a céu aberto, de museus convertidos em jardins.
Entre Agosto e Setembro abandonamos a cidade redescobrindo Lisboa transformada pelo desejo de evasão e reencontro; uma cidade onde a luz é essência e acidente, alma e artifício.

Conselho de Administração da EGEAC

A não perder!


2 comentários:

  1. Bem que gostei do cartaz de Cascais, e que pena tive por me vir embora antes de começar...talvez para o ano que vem...

    Beijos/ A Mãe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas os eventos ainda continuam! Toca a aproveitar!

      Eliminar